PROCLAMANDO CRISTO COMO A ÚNICA SOLUÇÃO

CUIDADO COM AS SEITAS

CUIDADO COM AS SEITAS

CUIDADO COM AS SEITAS

 

Em uma rápida definição podemos dizer que uma seita é um grupo que recusa o Cristianismo histórico e tem uma devoção anormal a um líder cujas crenças não são encontradas nas Escrituras (como afirmada no Cristianismo histórico). Membros da seitas  julgam ser os únicos que possuem completamente a verdade; eles veem a maior parte do Corpo de Cristo como sendo apóstatas.

Faça uma leitura atenta do texto abaixo e veja algumas características das seitas:

1º) Se opõem ao pensamento crítico ao invés de deixar as pessoas pensarem por si:

Seitas: Seus membros devem aceitar o que a seita acredita sem questionar as suas doutrinas. Eles não querem que os seus membros pensem criticamente por si próprio.

A Bíblia: Nós todos devemos examinar cada ensinamento que ouvimos à luz das Escrituras. Lealdade a um ministério envolve sermos desafiados em humildade. Não creia em um ensino que você não possa ver com seus próprios olhos em sua Bíblia. Pense por si mesmo e não aceite rapidamente qualquer ideia. Não diga: “Nossos líderes dizem…”, mas sim: “A Bíblia diz…”.

“Julgai todas as coisas, retende o que é bom;” (I Ts 5: 21).

“Estes (de Beréia) receberam a palavra com toda avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim.” (At 17: 11).

Os cristãos são exortados a examinarem os espíritos ou discernirem o espírito por trás do ensino: “Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai (ponham a prova) os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas tem saído mundo a fora.” (I João 4:1).

2ª) Isolamento dos membros e penalização ao saírem, ao invés de ajudá-los a fazerem a vontade de Deus:

Seitas: Eles isolam os seus membros e rejeitam os que saem. Os membros serão julgados por Deus ou perderão o melhor de Deus se eles saírem. Rejeição, exclusão e avisos de julgamento são dados. As pessoas são ensinadas a fazerem compromissos por toda vida ao grupo.

A Bíblia: A primeira preocupação de um líder deve ser pelo bem das pessoas que ele está liderando. Portanto, os líderes devem ajudar as pessoas a terem  êxito ao buscarem seguir a vontade de Deus para suas próprias vidas, independentemente de isso significar se juntar a outro ministério. O valor fundamental é que as pessoas pertencem a Deus, não ao líder ou ao grupo em que eles servem.

3ª) Enfatização de outras doutrinas especiais fora das Escrituras ao invés de lealdade as Escrituras:

Seitas: Seitas fazem lavagem cerebral nos seus membros e enfatizam as revelações especiais de seus líderes “ungidos”, que se apresentam como tendo uma visão única que ninguém mais tem. Eles alegam ter o único caminho para salvação e que todos que se recusam a se juntar a eles serão perdidos.

A Bíblia: Devemos enfatizar a supremacia e infalibilidade das Escrituras como autoridade final da verdade. Devemos enfatizar os principais temas das Escrituras: o amor de Deus, a oração, o estudo da Palavra, o ide (missões e evangelismo), o louvor, a gratidão, o serviço cristão, etc...

4ª) Busca uma lealdade inapropriada ao líder ao invés de conectar as pessoas a Jesus:

Seitas: Seitas exigem lealdade e devoção aos líderes em vez de Jesus. Fidelidade é definida em apoiar o líder, ao invés de obedecer a Jesus. Esta lealdade é atingida por proibi-los de corrigir ou questionar o líder. É muito perigoso, em qualquer ministério, quando o líder não pode ser questionado. Líderes de seitas não prestam contas a ninguém, nem eles admitem suas falhas ou erros, em vez disso, eles alertam os seus membros a não corrigirem os líderes porque eles “não devem tocar o ungido de Deus.” O líder é visto como sendo irrepreensível e não pode ser contrariado. Os membros têm uma inadequada lealdade e respeito pelo líder.

A Bíblia: Nossa primeira lealdade é a Jesus Cristo. Nós servimos juntos com líderes falhos e fracos que não tem todas as respostas, que precisam de conselho, estão sujeitos à correção, e que também estão debaixo da autoridade da Palavra de Deus e do Senhor.

5ª) Desonra a unidade da família ao invés de insistir na prioridade bíblica da união familiar:

Seitas:  Os filhos são ensinados a serem mais leais aos líderes do que aos seus pais. Mulheres são ensinadas a serem mais leais aos líderes do que aos seus maridos, e maridos são ensinados a aceitarem isso como um comportamento normal.

O líder da seita procura tomar o lugar de pais, mães, ou de um pastor, ou figura de autoridade. Os membros agem como filhos dependentes buscando ganhar aprovação dos líderes. Líderes vão além da autoridade dada por Deus e manipulam seus membros.

É requerido dos membros cortar laços com suas famílias e amigos que não fazem parte do mesmo grupo. É pedido que eles se socializem somente com os membros do grupo.

A Bíblia: A relação de prioridade de compromisso é com o cônjuge, filhos e pais. A santidade e identidade familiar de uma pessoa são muito mais importantes do que o ministério no qual ela está envolvida.

6ª) Cruzar limites bíblicos de comportamento ao invés de pureza sexual e propriedade pessoal:

Seitas: Seitas enfatizam revelações especiais, que permitem aos seus líderes cruzarem fronteiras em áreas como imoralidade e finanças. Eles geralmente insistem possuir o dinheiro e propriedades dos membros que “se juntam á comunidade”.

Pedro ensinou que os falsos mestres são quase que facilmente detectados pela avareza e imoralidade.

“Movidos por avareza, farão comércio de vós. Tendo os olhos cheios de adultério…tendo coração exercitado na avareza. Engodam com paixões carnais, por suas libertinagens” (2 Pe. 2:3-18)

Eles promovem maneiras não éticas de ganhar dinheiro (por exemplo, mentir sobre arrecadar dinheiro para caridade que não existe). Alguns insistem em altos padrões morais para o grupo, exceto para o líder que foi chamado para ter “parceiros espirituais” para benefício do movimento. Impureza sexual especialmente entre os líderes, pode ser comum e promovido. O líder acredita que ele está sobre todos ou é uma exceção às leis de Deus, assim ele pode não seguir as suas próprias regras.

A Bíblia: Ensina sobre a necessidade que os cristãos, e os líderes da igreja, tem de fugir do adultério e da prostituição. Quanto a finanças, os cristãos devem consagrar suas ofertas ao Senhor conforme Ele mesmo colocar em seus corações, sempre com alegria, generosidade e liberalidade. Aos líderes cabe administrar os recursos angariados com sabedoria e discernimento para a glória do próprio Deus.

7ª Separação da Igreja ao invés de uma cultura de honra em relação à Igreja por inteira:

Seitas: Criticam e excluem a maios parte do Corpo de Cristo e se dizem serem os únicos verdadeiramente salvos. Eles se separam da Igreja como uma elite espiritual, crendo que eles sozinhos tem um chamado especial e um status com Deus. Eles tem uma mentalidade polarizada de “nós contra eles”, o que causa a separação deles de outros na Igreja e sociedade. Eles zombam e ridicularizam os crentes que diferem deles. Eles desonram o Corpo de Cristo, vendo todas as outras denominações e ministérios como sendo um erro.

Bíblia: Devemos nos amar uns aos outros. Nos pontos fundamentais temos que manter absoluta unidade, nos pontos secundários temos que manter o respeito às ideias (Salmo 133 – Oração Sacerdotal em João 17)

 

Translate this Page

ONLINE
6



 

PASTOR NORBERTO

NO FACEBOOK

CLIQUE:

 

 

LOJA

PROCLAMANDO

CRISTO 

OFERECENDO OS RECURSOS

PARA OS CRISTÃOS 

SEMEAREM O EVANGELHO.

ACESSE:

www.proclamandocristo.loja2.com.br

 - 

-

 TOTAL DE

PAGEVIEWS

-

8.601.744

-

 

 TOTAL DE

VISITANTES