Translate this Page

ONLINE
6


PASTOR NORBERTO

NO FACEBOOK

CLIQUE:

 

 TOTAL DE

PAGEVIEWS

-   

11.295.863

      -

 

 TOTAL DE

VISITANTES

 


EDIFIQUE BEM A SUA CASA

 RECURSOS DE DEUS

 

PARA ESTRUTURAR

 

SUA FAMÍLIA 

 famílias,filhas,homens,mães,meninas,mulheres,pais,paternidade,pessoas,segurar

A família foi instituída pelo próprio Deus, saiu do coração do criador - Gênesis 2:18-25.

Antes dos valores sociais, espirituais ou econômicos o Senhor criou a família. 

Família vem antes de tudo, daí a famosa frase: "A família é a célula mater da sociedade".

Ao instituir a família, Deus tinha alguns propósitos muito especiais, tais como:

1º) A felicidade do homem/mulher - Gn 2:18-a.

2º) O companheirismo - Gn 2: 18-b.

3º) O auxílio mútuo - Gn 2:23.

4º) O aumento da raça humana - Gn 1:18.

O pecado estragou esta tão maravilhosa criação - Gn 3:1-24, note que pouco tempo depois do pecado, o primeiro problema sério em família aconteceria, e deste problema  resultaria o primeiro homicídio - Gn 4:8.

O pecado trouxe para a família sérias conseqüências:

 a) Hierarquia - Gn 3:16 - “...o teu desejo será para o teu marido, e ele te governará”.

 b) Dores - Gn 3:16 - “Multiplicarei sobremodo os sofrimentos da tua gravidez; em meio de dores darás à luz filhos”.

 c) Cansaço para prover o sustento da casa - Gn 3:17-19 - “... em fadigas obterás da terra o sustento durante os dias de tua vida. No suor do teu rosto comerás o teu pão...”.

Com o passar dos anos os lares tem se desintegrado, trazendo para toda a sociedade perdas irreparáveis.        

Pode-se dizer, sem medo de errar, que a grande maioria dos males que brotam no coração humano tem origem na desagregação familiar.

Lares destruídos são um criadouro de insegurança, ansiedade, medo, depressão, rebeldia, desvios sexuais, desvios de personalidade, violência e morte em todas as partes do mundo.

Assim, é preciso que nos apropriemos dos recursos de Deus para que possamos estruturar a nossa casa. Este é um processo contínuo e participativo.

Cada um de nós precisa, dia após dia, se lembrar destes recursos, colocá-los em prática  e se renovar neles. Só assim, conseguiremos solidificar a estrutura da nossa família.

 

PRIMEIRO RECURSO:

 

Leia Êxodo 12:21-30 e note que em todo o Egito havia morte e horror. No entanto, na casa do povo de Deus, casa onde o sangue havia sido aspergido, o destruidor não entrou!

De nada valeria escrever na porta da casa: “Aqui reside uma família escolhida”, ou: “Aqui moram amigos de Moisés”, ou ainda: “Todos os que estão aqui reunidos amam ao Senhor”.

Não, isso não os salvaria do devorador. Era preciso que na porta da casa houvesse a marca, o sinal, o sangue do cordeiro.

Hoje, se queremos que o devorador não entre em nosso lar, precisamos do sangue do cordeiro presente em nossa casa.

Não uma casa tão somente religiosa ou de amigos do povo de Deus, mas uma casa que ama a Jesus e o sirva com todas as forças do coração. E Ele promete para nós:

Vida abundante - Jo. 10:10.

Rios de água viva fluindo de nós - Jo. 7:37-39.

Vida de liberdade - Jo. 8:36.

Um lindo banquete em nossa casa com Ele - Ap 3:20.

O devorador tentará de todas as formas arrasar nossa casa. Lembremos que ele tem uma tríplice missão: roubar, matar e destruir.

Ele anda ao nosso derredor buscando a quem possa tragar. Precisamos urgentemente do sangue do cordeiro em nossa casa. Precisamos rapidamente da presença do Senhor em nosso lar. Precisamos edificar nossa casa sobre a Rocha.

O Senhor não nos promete uma vida sem problemas e dificuldades - “No mundo tereis aflições...” - mas, pode acreditar, o sangue do Cordeiro fará uma grande diferença em nossa casa, e alicerçados nEle seremos mais do que vencedores.      

 

SEGUNDO RECURSO:

 

Sabemos que a Bíblia é a Palavra de Deus. Nesta Palavra encontramos resposta para todas a circunstâncias da nossa vida diária.

Falando para a família a Palavra traz algumas lições muito preciosas, que, se seguidas, poderão em muito nos ajudar a superar os problemas e a reestruturar o nosso casamento.

Comecemos vendo o que a Palavra fala ao marido:

Leia Efésios 5:23 e I Corintios 11:3, e observe que a palavra chave é CABEÇA.

O homem é o cabeça do lar. Ser o cabeça do lar não quer dizer que o homem seja superior à mulher, mas que, dentro da família, o marido está em uma posição de liderança.

 

O que não é ser um líder:

 

Não é ser um ditador (que vive só para ditar as normas e as regras a serem seguidas pela casa) 

Não é ser um teimoso (que nunca admite estar errado)

Não é ser um insensível (que não sente o sofrimento e as dificuldades dos de sua casa)

Não é ser um explosivo (que grita e estoura por qualquer coisa)

Não é ser um perfeccionista (que exige que tudo seja feito com absoluta precisão)

 

O que é um marido que lidera seu lar:

 

É o que está presente de verdade em sua casa.

É o que dá prioridade ao lar antes da profissão.

É o que dá prioridade à esposa antes de si mesmo e dos filhos.

É o que dá prioridade aos filhos antes dos amigos.

É o que dá prioridade às coisas espirituais antes das coisas materiais.

 

Áreas importantes na liderança:

 

1) No amor: O homem deve demonstrar o amor de maneiras práticas.

2) Nas emoções: O homem deve estabelecer o clima emocional no lar.

3) Na espiritualidade: O homem é o sacerdote no seu lar.

4) Nas finanças: O homem deve ser um exemplo no lar como mordomo.

5) Na disciplina dos filhos: O homem é quem deve tomar a liderança na correção dos filhos.

 

AMOR:

 

Leia Efésios 5:25-28 e Colossenses 3:19  e veja que a outra palavra chave para o marido é AMOR.

O amor aqui citado é o mesmo amor de I Coríntios 13:4-7 - Amor Ágape: Amor Sacrificial.

É paciente. É benigno. O amor não arde em ciúmes. O amor não se vangloria. Não se conduz inconvenientemente. Não procura os seus interesses. Não se exaspera. Não se alegra com a injustiça. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O marido deve amar sua esposa assim como Cristo amou a sua igreja:

1) Cristo amou sem ser amado.

2) Cristo amou sacrificialmente.

3) Cristo amou com um firme propósito. 

4) Cristo amou voluntariamente.

5) Cristo amou totalmente.

 

ALGUMAS MANEIRAS PRÁTICAS DE ALCANÇAR SEUS ALVOS:

 

A) Elogie sua esposa: Fale para ela sobre a sua beleza, honestidade, responsabilidade, caráter, dedicação, lealdade, força de vontade, etc... - Provérbios 31:28-31.

B) Seja sensível aos medos dela: Descubra quais são os seus medos mais íntimos e ajude-a a superá-los.

C) Demonstre afeição através de maneiras criativas: Auxilie sua esposa nos serviços de casa. Lembre-se de seu aniversário e de outras datas marcantes para vocês. Mostre para com ela boas maneiras tanto no lar quanto em público.

D) Desenvolva segurança no seu relacionamento com ela: Ela deve ter absoluta certeza que está em primeiro lugar na sua vida. Ela é a única mulher da sua vida. O marido deve ter como alvo o bem estar de sua esposa, cuidando, dando toda atenção. Nunca compare sua esposa com outras mulheres.

E) Providencie horas para estar a sós com ela: Planeje horas para lazer juntos e um tempo para compartilhar sobre a vida diária e orar juntos.

F) Valorize suas opiniões: Nunca tome decisões para a sua casa sem entrar em acordo. Avalie as opiniões da sua esposa. Procure enxergar as coisas do ponto de vista da esposa.

G) Encare sua esposa como a “parte mais frágil”: Trate-a com consideração - Leia I Pedro 3:7 e medite.

 Vejamos agora o que a Palavra fala a Esposa:

Leia Efésios 5:22; Colossenses 3:18 e I Pedro 3:1-2. Veja que a palavra chave para a mulher é SUBMISSÃO.

Ser submissa não quer dizer ser inferior ou menor que o marido.

 

Definição de submissão:

 

É render uma obediência inteligente e humilde a uma pessoa, na qual Deus tem investido de poder e autoridade.

 

O que não é submissão:

 

“Eu não tenho opinião própria”.

“Eu sou simplesmente uma escrava do meu marido”.

“Meu marido não dá a mínima importância às minha idéias e sugestões”.

“Em minha casa eu não mando em coisa nenhuma”.

“Eu sou uma empregada doméstica do lar”.

“Eu sou a parte mais fraca”.             

 

As características da submissão:

 

1) A submissão faz parte da natureza da própria mulher - Gênesis 2:18 - “Uma auxiliadora que lhe seja idônea”.

2) A mulher submissa  tem como característica um bom comportamento - I Pedro 3:1-2.

3) Através de sua submissão Deus trabalhará na vida do marido incrédulo - I Pedro 3:1-2.

4) É a mulher que está debaixo da missão do marido - sua vocação, sua profissão, seus alvos. Daí a cérebre frase: “Por trás de um grande homem existe sempre uma grande mulher”.

5) A mulher submissa é aquela que tem a confiança do seu marido - Provérbios 31:11.

6) A mulher submissa “faz bem” ao seu marido - Provérbios 31:12.

7) A mulher submissa fala com sabedoria - Provérbios 31:26.

8) A mulher submissa é aquela que atende ao bom andamento de sua casa - Provérbios 31:27.

9) A mulher submissa é aquela que teme ao Senhor - Provérbios 31:30.

 

Os benefícios da submissão:

 

a) A esposa se sentirá protegida e segura.

b) A esposa trará harmonia para o seu lar.

c) A esposa dará um belo exemplo para os seus filhos.

d) A esposa viverá em sua vida prática os ensinos da Palavra.

A submissão foi a marca das grandes mulheres da Bíblia - I Pedro 3:5.

Observe o exemplo de Sara segundo a narrativa de I Pedro 3:6. Sara obedeceu ao seu marido Abraão e não temeu perturbação alguma.

 

CONCLUSÃO:

Querido(a) marido/esposa, o seu lar pode ser melhor, sua casa pode ser reestruturada, para isso procure com todas as forças observar os recursos aqui apresentados.

Viva estes ensinos!

Pratique-os!  

O desejo de Deus para a sua família é que vocês sejam unidos e plenamente realizados e felizes.

Então faça sua parte e, certamente sua casa será rica e abundantemente abençoada em todo o tempo pelo Senhor.