Translate this Page

ONLINE
8


PASTOR NORBERTO

NO FACEBOOK

CLIQUE:

 

 TOTAL DE

PAGEVIEWS

-   

11.278.914

      -

 

 TOTAL DE

VISITANTES

 


EM BUSCA DA CULTURA PORÉM COMPLETAMENTE IGNORANTES

EM BUSCA DA CULTURA PORÉM

 

 COMPLETAMENTE IGNORANTES

Uma das molas propulsoras desta correria alucinante em que vivemos no mundo atual é a busca pelos diplomas,  graduações e pós-graduações.

Recentemente li esta frase num artigo de um jornal de grande circulação, e que reflete bem o nosso tempo: “No mundo de hoje, os indivíduos que não têm um diploma, uma graduação ou um doutorado não têm boas perspectivas para o futuro nem esperança de dias melhores”.

Acreditando nisso, as pessoas correm desesperadamente para se preparar mais e melhor em seus estudos, enfrentando maratonas diárias que chegam às raias da exaustão.

No âmbito familiar, este empenho pelos estudos se principia nos filhos ainda pequenos  e que são iniciados no aprendizado prematuramente, muitos deles jamais saberão o que é ser criança, nem desfrutarão da sua infância, pois seus pais desejam que eles adquiram cultura e conhecimento desde bem pequenos, a fim de terem um futuro promissor.

Infelizmente, porém, estas pobres criaturas, que correm tanto atrás dos estudos e dos diplomas são completamente ignorantes acerca daquilo que realmente vale a pena conhecer.

O homem considerado mais inteligente da história em todos os tempos foi William James Sidis. Ele foi um gênio que aos 6 anos começou a estudar no ensino primário, porém apenas um ano depois já estava no ensino médio; nessa época ele já havia aparecido na capa do New York Times por diversas vezes. Com 9 anos de idade, já havia publicado quatro livros, aos 11 já havia sido aceito como aluno na conceituada Universidade de Harvard, se formando aos 16 anos. William falava 40 línguas e o seu QI era estimado em 300 - numa pessoa normal o QI é abaixo de 100 e são considerados gênios pessoas com QI 140. William partiu deste mundo para a eternidade com apenas 46 anos de idade, um derrame cerebral lhe ceifou a vida prematuramente.

A vida do gênio William James Sidis e de tantos outros gênios que viveram entre nós, nos ensina que ter o domínio sobre o conhecimento e as letras não é ruim ou prejudicial , mas isto, certamente não é tudo, afinal de contas, de que valem tantas coisas acumuladas em nosso cérebro, se voltaremos ao pó da terra e nada disso levaremos para a eternidade? 

O apóstolo Paulo foi um homem extremamente culto e erudito, possuía amplos conhecimentos, pois havia estudado aos pés de um grande mestre da sua época chamado Gamaliel, mas, depois dele conhecer o Mestre por excelência: Jesus Cristo, considerou  tudo o que havia aprendido como perda e refugo, por causa da sublimidade do conhecimento de Jesus Cristo: “Mas o que para mim era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo. Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo” – Filipenses 3:7-8.

Ao se encontrar com Jesus Cristo, Paulo entendeu que nada, nem ninguém deste mundo, pôde suplantar o Divino Mestre na profundeza do seu caráter, na amplitude do seu amor, na excelência do seu ensino ou no poder das suas obras. Este Maravilhoso Senhor indiscutivelmente foi a personalidade mais fantástica que surgiu em toda a história da humanidade. Seu poder foi tão grande, e sua influência tão poderosa que Ele divide a história em duas partes distintas, antes dEle e depois dEle.

Ele não foi escritor, mas Seus lindos e edificantes ensinos, têm servido de tema e referência para os homens escreverem milhões de títulos que têm edificado vidas e confortado corações de pessoas em todas as partes da Terra.

Não foi músico, contudo tocou na alma de Mozart, Schubert, Beethoven, Mendelsohn, Handel e muitos outros, com tal intensidade, que estes compuseram lindas peças musicais que emocionam gerações.

O querido Mestre não era artista nem escultor, nunca empunhou um pincel, entretanto foi a inspiração de Rafael, Miguelangelo e de inúmeros outros artistas. Não foi estadista, jamais desempenhou nem aspirou a um cargo oficial, não se misturava com a política, mas fundou um Reino que tem destronado o erro, a opressão e a tirania.

Este poderoso e inigualável Senhor nunca pegou em armas, nem comandou um exército, contudo tornou-Se o conquistador do mundo usando apenas a força do seu maravilhoso amor.

A Palavra proclama categoricamente que o Seu nome está acima de todo o nome, e que todo joelho se dobrará diante dEle, e toda língua confessará que Ele é Senhor, para a glória de Deus Pai: "Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai" - Filipenses 2:8-10.

E você? Vai continuar correndo atabalhoadamente para conquistar diplomas, desprezando o Mestre por excelência?

Espero em Deus que você seja sábio, que o seu principal desejo seja aprender a conhecer mais e mais sobre o Divino Mestre, amando-O intensamente, servindo-O de todo o seu coração, pois isto é o que valerá para a eternidade, o resto será tão somente um registro que ficará arquivado nos anais da história e nada  além disso.