Translate this Page

ONLINE
13


PASTOR NORBERTO

NO FACEBOOK

CLIQUE:

 

 TOTAL DE

PAGEVIEWS

-   

11.313.536

      -

 

 TOTAL DE

VISITANTES

 


FILHOS DELINQUENTES

NÃO CRIE UM FILHO

 

DELINQUENTE

 

 

Palestra do médico psiquiatra Dr. Içami Tiba

 

1. A educação não pode ser delegada à escola.  Aluno é transitório.  -   Filho é para sempre.

2. O quarto não é lugar para fazer criança cumprir castigo. 

3. Educar significa punir as condutas derivadas de um comportamento errôneo. Queimou índio pataxó, a pena (condenação judicial) deve ser prestar serviços comunitários em um hospital de queimados.

4. É preciso confrontar o que o filho conta com a verdade real. Se falar que professor o xingou, tem que ir até a escola e ouvir o outro lado, além das testemunhas.

5. A autoridade deve ser compartilhada entre os pais. Ambos devem mandar. Não podem sucumbir aos desejos da criança. Criança não quer comer? A mãe não pode alimentá-la. A criança deve aguardar até a próxima refeição que a família fará. A criança não pode alterar as regras da casa. A mãe NÃO PODE interferir nas regras ditadas pelo pai (e nas punições também) e vice-versa. Se o pai determinar que não haverá um passeio, a mãe não pode interferir. Tem que respeitar sob pena de criar um delinquente.

6. Em casa que tem comida, criança não morre de fome.  Se ela quiser comer, saberá a hora. E é o adulto quem tem que dizer QUAL É A HORA de se comer e o que comer.

7. A criança deve ser capaz de explicar aos pais a matéria que estudou e na qual será testada. Não pode simplesmente repetir, decorado. Tem que entender.

8. É preciso transmitir aos filhos a idéia de que temos de produzir o máximo que podemos. Isto porque na vida não podemos aceitar a média exigida pelo colégio: não podemos dar 70% de nós, ou seja, não podemos tirar simplesmente 7,0.

9. As drogas e a gravidez indesejada estão em alta porque os adolescentes estão em busca de prazer. Precisamos ensinar que  o  prazer muitas vezes é inconsequente.

10. Maconha não produz efeito só quando é utilizada. Aquele que não está sob o efeito da droga, mas é dependente, agride a mãe para poder sair de casa e usar a droga. A mãe deve, então, virar as costas e não aceitar as agressões. Não pode ficar discutindo e tentando dissuadi-lo da idéia. Tem que dizer que não conversará com ele e pronto. Deve "abandoná-lo". A mãe não sabe "abandonar" o filho, se soubesse fazê-lo, o filho a respeitaria. Como ele sabe que a mãe está sempre ali, jamais a respeitará.

11. Se o pai ficar nervoso porque o filho aprontou alguma coisa, não deve alterar a voz. Deve dizer que está nervoso e, por isso, não quer discussão até ficar calmo. A calmaria, deve o pai dizer, virá em 2, 3, 4 dias. Enquanto isso, o videogame e o lazer, ficarão suspensos, até ele se acalmar e aplicar o devido castigo.

12. Se o filho não aprendeu ganhando, tem que aprender perdendo.

13. Não prometa presentes pelo sucesso, os filhos precisam aprender que as coisas boas que fazemos nada mais são do que nossa obrigação. Tirar nota boa é obrigação. Não xingar avós é obrigação. Ser polido e educado é obrigação. Passar no vestibular é obrigação.

14. Quem educa filho é pai e mãe. Avós não podem, de maneira alguma, interferir na educação do neto. Nunca é cabível palpite.

15. Se a mãe e o pai engolir sapos do filho, ele pensará que a sociedade terá que engolir também.

16. Videogames são um perigo: os pais têm que explicar como é a realidade, mostrar que na vida real não existem 'vidas', e sim uma única vida. Não dá para morrer e reviver. Não dá para apostar tudo, apertar o botão e zerar a dívida.

17. O erro mais frequente na educação do filho é colocá-lo no topo da casa. O filho não pode ser a razão de viver de um casal. O filho é um dos elementos. O casal tem que deixá-lo, no máximo, no mesmo nível que eles. A sociedade pagará o preço quando alguém é educado achando-se o centro do universo.  

18. Cair na conversa do filho é criar um marginal. Filho não pode dar palpite em coisa de adulto. Se ele quiser opinar sobre qual deve ser a geladeira, terá que mostrar qual é o consumo (KWh) da que ele indicar. Se quiser dizer como deve ser a nova casa, tem que dizer quanto isso (seus supostos luxos) acrescentará no gasto final.

19. Dinheiro "a rodo" para o filho é prejudicial. Mesmo que os pais o tenham, precisam controlar e ensinar a administrar e gastar.