Translate this Page

ONLINE
4


PASTOR NORBERTO

NO FACEBOOK

CLIQUE:

 

 TOTAL DE

PAGEVIEWS

-   

11.319.834

      -

 

 TOTAL DE

VISITANTES

 


TÃO SOMENTE UMA ILUSÃO

 TENDO TUDO,

 

E NÃO TENDO NADA

 

 

Elvis Aaron Presley foi um famoso músico e ator, nascido nos Estados Unidos da América, sendo mundialmente denominado “O Rei do Rock”.

Dono de uma voz privilegiada devido ao seu alcance vocal, que atingia, segundo especialistas, notas musicais de difícil alcance, além de virtuoso senso rítmico, força interpretativa e um timbre de voz que o destacava entre os cantores populares, foi avaliado como um dos maiores e por outros como o melhor cantor popular do século 20.

Elvis em sua carreira, desfrutou de todos os prazeres que esta vida pode oferecer, na verdade, ele tinha o mundo a seus pés, seus shows tinham recordes de público, no cinema interpretava papeis que faziam os jovens sonharem e delirarem, por muitos foi considerado um mito. Sua caminhada artística foi estratosférica, subiu aos píncaros da glória e da fama, seu prestígio e popularidade o levaram a ter acesso fácil a tudo o que qualquer mortal deseja, e, esses oferecimentos e prazeres do mundo o envolveram de tal forma que ele se tornou um prisioneiro deles, ele tinha tudo, mas ao mesmo tempo não tinha nada. Sua cama era coberta pelos mais finos lençóis de linho, mas o sono lhe faltava, precisava de medicamentos fortíssimos para conseguir conciliar o sono por poucas horas. Vivia cercado de pessoas, sendo cortejado e amado por milhões em todas as partes da Terra, mas se sentia solitário, tinha o dinheiro que quisesse, mas não podia comprar a tão sonhada e ambicionada felicidade.

A história diz que os dias finais do “Rei do Rock” foram extremamente difíceis, sofridos e tristes. O testemunho das pessoas que o rodeavam naqueles últimos dias de sua vida, é que ele se tornara uma pessoa infeliz, de temperamento instável, ora estava alegre e falante, ora se tornava extremamente mal humorado, abatido e desiludido. Os remédios viviam ao seu lado, era hipocondríaco, tomava medicamentos a toda hora, de forma descontrolada e em grandes quantidades, passava boa parte do dia lendo bulas de remédios.

A um de seus auxiliares confidenciou que dificilmente chegaria aos 50 anos, Elvis sentia que sua triste vida estava por um fio e, de fato, para surpresa de seus fãs e admiradores de todo o mundo, sua vida chegou ao fim abruptamente em 16 de agosto de 1977. Nesse dia, com apenas 42 anos de idade, Elvis partiu para a eternidade, um conquetel fortíssimo de medicamentos provocou nele um colapso fulminante que tirou sua vida. Que pena! Elvis Presley firmou sua vida sobre uma terrível areia movediça, os aplausos, a fama, o dinheiro a riqueza, a vaidade, o prestígio, a popularidade e todos os oferecimentos que o cercavam, o enredaram para uma prisão horrível e sufocante, que culminou com seu trágico e prematuro fim.

Quem sabe, você esteja, à semelhança de Elvis, vivendo uma triste incoerência, tendo tudo, e não tendo nada; na verdade, você precisa experimentar em sua vida o único e absoluto remédio que pode preencher o seu coração.

Você precisa de JESUS CRISTO.

É dEle o convite mais lindo e precioso que já foi feito para todos os seres humanos: “Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve” - Mateus 11:28-30

Atenda o amoroso convite de Jesus Cristo, deixe que Ele dirija os seus passos e tome conta da sua existência, e certamente você encontrará realização plena para o seu viver e o descanso para sua alma.