Translate this Page

ONLINE
6


PASTOR NORBERTO

NO FACEBOOK

CLIQUE:

 

 TOTAL DE

PAGEVIEWS

-   

11.295.863

      -

 

 TOTAL DE

VISITANTES

 


MISSÕES E A NOSSA CONTRIBUIÇÃO FINANCEIRA

A OBRA MISSIONÁRIA E

 

A NOSSA

 

CONTRIBUIÇÃO FINANCEIRA

Nestes último tempos o Senhor tem chamado e levantado muitos irmãos para o serviço missionário, no entanto, um dos grandes obstáculos enfrentados para o envio destes missionários aos campos está na questão financeira, pois, em geral, infelizmente, muito poucas igrejas e pouquíssimos irmãos individualmente se dispõe a contribuir financeiramente para a manutenção de um missionário no campo.

Necessitamos abrir os nossos olhos e sentir em nosso coração que Deus se agrada quando participamos no envio e sustento dos missionários.

Paulo considerava a oferta que havia recebido da igreja de Filipos um aroma suave, um sacrifício aceitável e aprazível a Deus: "Recebi tudo, e tenho abundância; estou suprido, desde que Epafrodito me passou às mãos o que me veio de vossa parte, como aroma suave, como sacrifício aceitável e aprazível a Deus" - Filipenses 4:18.

A oferta missionária resulta em glória a Deus, pois quando participamos no sustento dos missionários estamos propiciando a oportunidade do Evangelho ser anunciado a muitas pessoas, e esta proclamação do nome Salvador de Cristo, resulta em glória ao próprio Deus.

O Senhor quer que a Sua glória seja espalhada a todas as nações, nós somos os seus instrumentos para que isto aconteça.

É importante destacar que ao ofertar para a obra missionária não podemos nem devemos olhar as circunstâncias que nos rodeiam. Quando se desafia os cristãos a contribuírem para com a obra missionária o que mais se ouve são palavras de derrota tais como: "Eu não tenho", ou ainda, "Eu estou num tremendo aperto financeiro". Quando se desafia as igrejas para contribuírem com missões o que mais se ouve da liderança é: "Nossa igreja é muito pobre para contribuir", ou, "Nossa igreja é muito pequena", ou ainda, "No momento não podemos contribuir porque estamos terminando a construção do templo".

Todas estas desculpas demonstram uma só coisa, os cristãos estão olhando as circunstâncias que os cercam. Mas, nós não podemos olhar as circunstâncias, e, sim, olhar o grande Deus que temos.

Em Jeremias 33:3 o profeta diz: "Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes".              

A Palavra ainda afirma que Ele "é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos, ou pensamos, conforme o Seu poder que opera em nós" - Efésios 3:20-21.

O nosso Deus é grande e poderoso e quer fazer coisas grandes através das nossas vidas. Precisamos orar como o rei Josafá: "Porque em nós não há força...porém os nossos olhos estão postos em ti" - II Crônicas 20:12.

Aqui está o segredo da vitória, tiremos os olhos das circunstâncias que nos cercam e os coloquemos no grande Deus que temos, e Ele transformará nossas vidas e nossas igrejas em verdadeiras bases missionárias.

Que o povo de Deus deixe a indiferença, a incredulidade e o egoísmo e olhe o enorme campo que aí está, e ajude no sustento daqueles que tem recebido o chamado e aceitado o desafio de sair da sua terra e da sua parentela e partir para outras terras a fim de proclamar o glorioso e Santo nome de Jesus.